quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Escolhas e consequências. A justiça divina

Deus deu-nos a inteligência para que pudéssemos nos diferenciar dos demais seres que habitam este planeta, isso é fato. Com esta dádiva o Criador nos tornou donos de nosso destino e impôs a todos nós responsabilidades por aquilo que pensamos, fazemos e escolhemos, pois, nossos pensamentos e atitudes determinam a vida que queremos.

Assim meus irmãos, para que possamos desfrutar plenamente desta capacidade intelectual é necessário que cultivemos virtudes que contribuam positivamente para nossa evolução moral, virtudes estas propostas, vivenciadas e exemplificadas por Jesus durante sua vida entre nós como a caridade, o amor ao próximo, a humildade, a prudência e tantas outras que estão ilustradas nas parábolas e no Evangelho de Luz que nos deixou como ferramenta para alavancar nosso progresso espiritual.

Portanto, o ser dotado de inteligência e liberdade de escolha, é o senhor de seu destino. Nossas escolhas sempre têm consequências, desde as mais simples às mais complexas. Às vezes uma decisão traz reflexos que perduram por várias encarnações. Podemos estar colhendo hoje os frutos de opções que fizemos há séculos... É importante reconhecermos de onde vêm os impulsos para nossas decisões. Na maioria das vezes nosso ego influencia o que escolhemos, e as consequências não são as melhores para nossa harmonia e evolução. Por exemplo, vícios de qualquer natureza obscurecem a lucidez e cerceiam a liberdade de escolher e de agir corretamente.

Adentramos, pois, no livre arbítrio que temos para diligenciarmos no caminho que vamos seguir e como iremos nos posicionar frente as adversidades e decisões que a vida irá nos apresentar enquanto seres encarnados, afinal, tudo podemos mas nem tudo nos convém, não é verdade?

Ao escolhermos sabemos que consequências virão, podem ser boas ou ruins, depende de como utilizamos nosso livre arbítrio e a partir do conhecimento das leis espirituais que regem o destino e da busca de sua aplicação à vida cotidiana, passa-se a ter subsídios para escolhas mais sensatas, sábias e proveitosas à realização da alma, razão de nosso estágio na escola da reencarnação. Qualquer escolha baseada na intuição, na sabedoria e no amor sempre leva a resultados positivos e felizes, mesmo que aparentemente ou a curto prazo não se apresente assim.

Somos alunos na escola da vida e todos dias ao acordar Deus nos propicia novas experiências e a chance de mudarmos nossas atitudes para que revigorados com sua divina justiça, tenhamos a compreensão que nossas escolhas são sementes que estamos permanentemente espalhando no solo da vida. Somos livres para semear e compelidos a colher o que semeamos. Construímos e reconstruímos nosso destino constantemente, pelo que escolhemos pensar, sentir, falar e fazer.

Vivemos um momento crítico do planeta em que nossas escolhas têm grande repercussão em nosso destino, individual e coletivo. É fundamental que saibamos a cada oportunidade escolher o melhor ao nosso alcance, na certeza de que a vida, pela lei do retorno, nos devolverá igualmente o melhor, em bênçãos de alegria e paz.

Jesus nos fez o convite ao amor e ao crescimento espiritual, cabe a nós, portanto, seguir seus ensinamentos e com prudência e perseverança aprofundarmos no conhecimento de nós mesmos para aprender a compreender, aceitar e respeitar o outro, fazendo escolhas conscientes e nunca esquecendo que para cada opção feita uma consequência virá, é a Lei de Ação e Reação que mostra a Justiça Divina em deixar com que pelas nossas próprias opções desfrutemos os resultados e aprendamos com eles.

Por fim, uma mensagem de um espírito de muita luz que soube como poucos escolher com sabedoria:
Tenha sempre bons pensamentos, porque os seus pensamentos se transformam em suas palavras.
Tenha boas palavras, porque as suas palavras se transformam em suas ações.
Tenha boas ações, porque as suas ações se transformam em seus hábitos.
Tenha bons hábitos, porque seus hábitos se transformam em seus valores.
Tenha bons valores, porque os seus valores se transformam no seu próprio destino (Mahatma Ghandi).
Que a paz do Senhor nos envolva hoje e sempre!

(Por: Maximiliano da Cunha Neubauer – FEJOG)


Vê quem está ao teu lado

 Vê quem está ao teu lado, ajudando-te a compreender os movimentos da Vida. Nunca estás sós nos campos do aprendizado. As tuas companhias andam contigo em todos os lances que empreendes, em todos os sentidos que, porventura, seguires. E essas companhias são espirituais e físicas. Vê a responsabilidade que tens diante delas: umas de receber o teu exemplo, outras de te instruir nas linhas da evolução a quem pretendes atingir.

Devemos afirmar, quantas vezes forem necessárias, que ninguém vive sozinho, nem anda sem companhias. Quem pretender isolar-se, atrofia as suas próprias faculdades. A lei nos recomenda viver em grupos e nunca nos esquecermos daqueles que nos cercam. A gratidão é força nova em novos entendimentos. Não fazemos nada escondido. Muitos olhos estão a nos observar, sem faltar uma fração de segundo, registrando e nos ajudando a registrar tudo o que ocorre conosco. Quem se conscientiza desta verdade, procura em toda a área em que opera, errar menos, usando todos os meios possíveis para acertar mais. Devemos ainda visualizar o Cristo andando conosco, essa Companhia Invisível que nos dá força para trilhar caminhos mais seguros e compreender, com mais eficiência, aqueles que nos acompanham. 

A educação nos concita, do lar à escola e desta ao trabalho, a um procedimento que não nos deixa exteriorizar a nossa inferioridade, sendo disciplina que, quando permanentemente limpa desobstrui todos os remanescentes das antigas condições de inferioridade, colocando-nos como almas que desejam e começam a conhecer a Verdade. Não é necessário que conheças todos os países do mundo, principalmente aqueles a que chamas mais civilizados, para que possas iniciar-te na civilização. Se observas os que andam contigo, todos os dias, as tuas reações, em todos os momentos, podes deduzir, sem anunciar, o que deve ser melhor para ti. Cada criatura sabe analisar o que lhe serve para o seu próprio bem.

Nenhuma pessoa é culpada dos teus infortúnios e da tua incompreensão. Deus colocou em todas as mesmas advertências e os mesmos valores a serem cultivados. Às diferenças que existem, somente uma coisa pode responder: a reencarnação, na escala evolutiva dos espíritos. Se ainda não a conheces no presente estágio, haverás de conhecê-la em outro. Porém, nenhuma das criaturas ficará órfã das leis de Deus. Existe justiça infalível, vibrando em toda a criação, desde os cromossomos até os homens mais ilustres da Terra e destes até os anjos mais elevados dos Céus. E se a justiça de Deus não falha, por que temer? Haveremos de alimentar a confiança nas forças, nas companhias que vivem conosco em todos os momentos da vida. Se tudo o que fazemos fica registrado em nós, e no grande livro de Deus, o nosso dever é fazer o melhor, dentro daquilo que já conhecemos ser o melhor. Não culpes ninguém dos teus desacertos! O único culpado és tu mesmo. 

Acerta as coisas dentro de ti que, por fora, tudo acompanhará as tuas atitudes íntimas. Confia, pois essa lei palpita em todo o Universo.

Fonte: MAIA, J. N. Cirurgia Moral, Psicografado por Espírito Lancellin.
Belo Horizonte, Espírita Cristã Fonte Viva, 1986


segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Participe do sorteio e concorra ao livro "Filosofia Espírita"


Participe do sorteio e concorra ao livro "Filosofia Espírita", de João Nunes Maia, comentado pelo espírito Miramez: 
1) Curta nossa PÁGINA Revista Espírita Joseph Gleber
2) Marque 1 amigo;
3) Compartilhe esse post e pronto.
O Sorteio será dia 15/10. 
"A nossa paz é nossa conquista, e somente nós construímos nossa felicidade. As coisas exteriores representam misericórdia, ajuda até o ponto de compreendermos a necessidade de aprimoramento espiritual" Miramez.



Seminário 'Transe e Mediunidade' com Eliomar Borgo

No próximo domingo (08/10), acontece da Fraternidade Espírita Joseph Gleber, em Itaparica, o Seminário sobre 'Transe e Mediunidade' com o orador e especialista do assunto Eliomar Borgo.  Faça sua inscrição. Informações no banner.


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Congresso Espírita recebe mais de 2 mil pessoas

O 13° Congresso Estadual Espírita do Espírito Santo aconteceu nos dias 22,23 e 24 de setembro no Centro de Convenções de Vitória e reuniu mais de 2 mil pessoas. O coral da Federação Espírita do Estado – FEEES fez a abertura com lindas músicas, em seguida a presidente da federação, Dalva Silva Souza deu as boas-vindas e agradeceu a presença de todos. “O 13° congresso é um momento muito especial que reúne congressistas do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia. Sou grata pela presença de todos e agradeço aos colaboradores que trabalharam para que esse evento pudesse se realizar. Muita paz, que Jesus abençoe esse trabalho que se inicia”, disse Dalva.

Depois da prece inicial o presidente da Federação Espírita Brasileira, Jorge Godinho Barreto Nery, falou sobre o tema "A missão espiritual do Brasil".  Godinho retoma a história do Brasil contada pelos homens com os conhecimentos da doutrina para explicar como se deu o descobrimento do Brasil desde seu planejamento no plano espiritual. "O Brasil continua a acolher, a diversidade soma e nós devemos ter a consciência desse papel. Temos a base deixada pelo Espírito de Verdade". Disse Godinho.

"A missão do Brasil é de cristianizar, é a terra de todos. A terra da fraternidade. A terra de Jesus. A terra do Evangelho". Mensagem do Espírito Ismael, grupo Confúcio, 1873.

No dia 23, sábado, as atividades aconteceram simultaneamente, assim, os participantes puderam escolher as atividades. Um dos temas discutidos foi Mídia de massa e redes sociais, com Rodrigo Brasileiro e Michele Carasso que fizeram os participassem refletirem sobre como e por que usam as mídias sociais. "Comece a refletir o que você está consumindo nas redes sociais, o que você está recebendo e compartilhando", disse Rodrigo. E Michele Carasso exemplifica:"Se eu recebo algo ruim e repasso, eu já sintonizei com aquele sentimento". Na parte da tarde, André Luiz Peixinho, presidente da Federação Espírita da Bahia e Andrei Moreira, presidente da Associação Médico-Espírita de Minas Gerais e Coordenador médico e de divulgação da Fraternidade sem Fronteiras, trataram de forma descontraída sobre o tema "Bioética e valorização da vida". Na sala ao lado, participantes puderam refletir sobre "Diálogo interreligioso" com participação de representantes de vários segmentos religiosos. 

No encerramento, dia 24, domingo, os participantes foram agraciados com as palestras do Juiz de Direito e palestrante, Haroldo Dutra Dias e o psicólogo e palestrante Rossandro Klinjey. Haroldo abriu os trabalhos do dia e foi enfático sobre o tema "O primado do espírito e as transformações sociais. "Vivemos em um momento que o egoísmo enlouqueceu, em que o mal continua ousado, mas deixou de ser atrativo e se tornou pueril. O dogma materialista se esgotou. o espiritismo nos convida a ver as mesmas coisas, mas com outro olhar, relações familiares, religiosidade e até mesmo dinheiro", disse Haroldo.

O evento também contou com apresentações musicais, desfile de camisas personalizadas, venda de livros, apresentações de projeto como o Fraternidade sem fronteiras, entre outros.

O Congresso foi transmitido pela Feb TV e pela rádio Fraternidade

Para ver mais fotos do evento, acesse: https://www.facebook.com/federacaoespiritadoes/










                                      









(Por: Stéphane Figueiredo Ferreira)